Aviso

IPASEAL SAÚDE

Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Alagoas
Quinta, 02 Maio 2019 15:50

Fique atento aos sintomas de excesso de açúcar no sangue

Fonte: tuasaude.com

O excesso de açúcar no sangue, cientificamente chamado hiperglicemia, ocorre quando a taxa de glicose sanguínea em jejum está acima de 100 mg/dL, situação que se for persistente pode trazer consequências ruins ao funcionamento dos órgãos por isso deve ser tratada adequadamente com dieta, exercícios físicos e medicamentos orientados pelo médico.

Apesar de geralmente não causar sintomas, pois se instala de forma silenciosa, quando o excesso de açúcar no sangue é persistente ou muito elevado pode provocar:

  • Sede;
  • Aumento da vontade de urinar;
  • Muita fome;
  • Perda de peso inexplicada;
  • Cansaço;
  • Dor de cabeça;
  • Enjoo;
  • Sonolência;
  • Formigamentos nas mãos ou pés;
  • Visão embaçada.

Estes sintomas são causados tanto por reações devido ao excesso de açúcar no sangue como pela falta de insulina para levar a glicose para as células, deixando-as sem energia, situações mais comuns quando já há diabetes instalada. Assim, sempre que a glicose atinge valores persistentes acima de 126 mg/dL em jejum, ou 200 mg/dL a qualquer hora do dia, é diagnosticado o diabetes, doença muito perigosa que provoca deficiência na ação de insulina e excesso de glicose no sangue.

Por isso, sempre que estes sintomas surgirem é importante consultar-se o mais breve possível com o clínico geral para que seja feita a avaliação clínica e os exames iniciais que identificam os níveis de glicose no sangue, assim como pressão arterial, níveis de colesterol e triglicerídeos, por exemplo, situações que também são riscos à saúde cardiovascular.

Como confirmar

Para diagnosticar o excesso de glicose no sangue, o principal exame indicado é glicose é jejum, que já é considerado alto quando acima de 100 mg/dl ou indica diabetes quando está acima de 126 mg/dL.

Outros exames também disponíveis para esta função são o teste de tolerância oral à glicose, a glicemia pós-prandial, a glicemia capilar ou a hemoglobina glicada, que devem ser solicitados pelo médico. Entenda mais sobre estes exames que podem confirmar o diabetes.

Como diminuir a taxa de açúcar no sangue

No caso de uma hiperglicemia isolada ou quando há um pré-diabetes, não é necessário utilizar medicamentos, mas é muito importante ter cuidados com a alimentação, evitando-se excesso de açúcar ou carboidratos, e investindo em vegetais e alimentos integrais, para evitar que se transforme em diabetes. Confira como identificar e tratar o pré-diabetes.

Já no caso de diabetes diagnosticada, ou em situações de aumento excessivo da glicemia, é necessário usar medicamentos antidiabéticos.

Os diabéticos também devem ter muito cuidado com a dieta para evitar picos de glicemia, além de praticar exercícios físicos e fazer acompanhamento regular com consultas médicas semestrais ou anuais.

Algumas dicas para evitar que a taxa de açúcar no sangue se descontrole são:

  • Comer em intervalos regulares de 3 horas pequenas refeições;
  • Não comer doces concentrados ou frutas isoladas como uma refeição;
  • Fazer alguma atividade física como caminhadas após as refeições principais e não ir dormir ou deitar.

Uma consulta com um nutricionista também poderá ser útil para esclarecer questões importantes como o que comer, quando comer, assim como os alimentos que não se pode comer em caso de diabetes ou pré-diabetes.