Aviso

IPASEAL SAÚDE

Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Alagoas
Quinta, 11 Abril 2019 19:39

Conheça as causas das dores no joelho

Fonte: www.tuasaude.com

A dor no joelho é um sintoma que pode surgir devido ao desgaste da articulação, ao excesso de peso ou às lesões esportivas que podem acontecer no jogo de futebol ou durante uma corrida, por exemplo.

Porém, quando a dor no joelho impede o caminhar ou piora ao longo do tempo, pode ser sinal de um problema mais grave, como rompimento dos ligamentos, osteoartrite ou cisto de Baker, que podem ser confirmados através de exames como o raio-x ou tomografia computadorizada.

No entanto, a dor no joelho, na maioria dos casos, não é grave e pode ser tratada em casa com a aplicação de gelo 2 vezes por dia, nos primeiros 3 dias a partir do início da dor. Além disso, a utilização de faixa elástica no joelho durante todo o dia ajuda a imobilizá-lo, diminuindo a dor enquanto se espera pela consulta.

O que pode causar Dor no Joelho

As principais causas de dor no joelho são:

1. Dor na lateral do joelho, ao correr ou após corrida: normalmente é a síndrome da banda iliotibial que deve ser tratada com anti-inflamatórios, alongamentos e liberação miofascial. Saiba aqui como curar a síndrome da banda iliotibial aqui. Também pode indicar lesão no menisco lateral ou lesão no ligamento colateral lateral.

2. Dor na parte interna do joelho: pode surgir devido a uma entorse do joelho, provocada por pancadas na lateral do joelho, causando inchaço no lado oposto ao do trauma, tendinite da pata de ganso, lesão no ligamento colateral medial ou até mesmo uma ruptura do menisco medial. Saiba identificar e tratar lesões no menisco.

3. Dor na parte de trás do joelho: pode ser suspeita de cisto de Baker, um pequeno inchaço que surge atrás do joelho e que provoca aumento da dor quando o paciente faz agachamento ou quando dobra o joelho

4. Dor na frente do joelho: pode ser uma condromalacia patelar.

5. Dor no joelho ao acordar: é mais comum após os 40 anos e, geralmente, está relacionado com a existência de artrite reumatoide na articulação, sendo que a dor é mais frequente durante os primeiros minutos da manhã, e melhora com movimento

6. Dor no joelho ao agachar: uma das causas comuns é a condropatia patelar, que é o desgaste da articulação em volta da patela, ou lesão no menisco.

7. Dor no joelho ao caminhar, ao final do dia ou ficar muito tempo de pé: pode ser artrose, que causa desgaste do joelho, e a medida que a doença se agrava, há rigidez do joelho ao levantar de manhã e melhora com repouso.

8. Dor no joelho ao dobrar a perna: pode indicar lesão no menisco.

9. Dor no joelho ao esticar a perna: pode indicar lesão no tendão ou rompimento do ligamento patelar.

10. Dor em todo joelho: depende se houve algum trauma direto como cair de joelhos no chão, o que pode indicar contusão, torção no joelho, ruptura parcial de um músculo ou ligamento.

11. Dor no joelho e estalido ao movimentar o joelho lateralmente: pode indicar lesão nos ligamentos cruzado anterior, posterior, ligamento coronário, ruptura do menisco ou fratura osteocondral.

12. Dor no joelho ao subir escada: pode ser artrose, lesão no menisco ou lesão osteocondral, por exemplo.

13. Dor no joelho ao descer escada: pode indicar lesão na patela.

14. Dor no joelho e inchaço sem trauma: pode indicar hemofilia, artrite reumatoide, infecção ou gota.

15. Dor profunda, bem no meio do joelho: Pode ser ruptura dos ligamentos cruzado anterior ou posterior.

Quando procurar um médico

É importante consultar o ortopedista ou um fisioterapeuta quando:

  • A dor dura mais de 3 dias, mesmo após repouso e aplicação de compressas geladas;
  • A dor é muito intensa ao fazer atividades diárias como passar roupa de pé, levar a criança no colo, caminhar ou subir escadas;
  • O joelho não dobra ou faz barulho ao movimentar;
  • O joelho se encontra deformado;
  • Surgem outros sintomas como febre ou formigamento;

Nestes casos, o ortopedista pode pedir um exame de raio-x ou uma ressonância magnética para fazer o diagnóstico do problema e recomendar o tratamento adequado.